O que é regime tributário progressivo?

O que é regime tributário progressivo?

O que é regime tributário progressivo?

Regime Progressivo – Quanto maior o valor do benefício, maior a alíquota de incidência, que varia de 0% à 27,5%. No caso do resgate, a alíquota de retenção na fonte é de 15%, a título de antecipação de Imposto de Renda. Este regime permite que eventuais diferenças sejam compensadas na Declaração Anual de IRPF.

Qual melhor regime tributário regressivo ou progressivo?

Se o plano foi feito como uma reserva para utilização na compra de um bem ou a realização de uma viagem ou evento em poucos anos, o regime progressivo será o mais indicado. No entanto, se o pensamento está diretamente ligado à aposentadoria e ainda há muitos anos para poupar, o regime regressivo será a melhor escolha.

Qual a diferença entre regime tributário progressivo e regressivo?

A aposentadoria pelo INSS e outras rendas, como aluguéis, são tributadas no progressivo. Então em alguns casos, deixar a previdência privada no regressivo pode compensar. Como no regime regressivo toda contribuição faz aniversário, é preciso planejar o recebimento da reserva em longo prazo.

Como declarar previdência privada regime progressivo?

Regime progressivo: os rendimentos dos planos com regime progressivo devem ser lançados em “Rendimentos Tributáveis Recebidos de PJ”, com o nome e o CNPJ da empresa pagadora. Você encontra os valores na seção “Rendimentos Tributáveis na Declaração de Ajuste Anual” do seu informe de rendimentos.

Porque o sistema tributário brasileiro é regressivo?

“Ter um sistema tributário regressivo significa que o foco está em tributos indiretos, ou seja, no consumo. ... “Isso acontece porque o imposto regressivo facilita a arrecadação ao incidir sobre as transações de consumos e serviços, que repercutem nos preços finais que chegam ao consumidor.

Como funciona o regime progressivo na previdência privada?

Quando o beneficiário opta pelo Regime Progressivo da Previdência, quer dizer que seu plano terá incidência de impostos iguais aos cobrados em salários e outras fontes de renda. Ou seja, as alíquotas serão referentes a cada faixa de valor recebido, que quanto mais alta, mais impostos terá.

Pode mudar de progressivo para regressivo?

Sim, é possível alterar o regime tributário do seu plano de Progressivo para Regressivo. Em caso de portabilidade, você deve manter o regime tributário do seu antigo plano, e quando concluída a portabilidade externa você pede a alteração do regime tributário.

Quais são os tipos de alíquotas?

As alíquotas podem ser classificadas, em relação à sua forma de quantificação, em duas categorias:

  • fixa ou ad valorem: a alíquota corresponde um valor monetário sobre uma base de cálculo cujo valor é não-monetário;
  • percentual: a alíquota corresponde a uma porcentagem da base de cálculo cujo valor é monetário.

Como é o planejamento tributário estratégico?

  • No operacional, o negócio foca nas obrigações fiscais do dia a dia e nas datas de pagamento dos próximos meses, deixando tudo alinhado com a equipe contábil. O planejamento tributário estratégico é voltado para as empresas que visam entender o regime tributário mais conveniente, considerando seus valores, missão e visão.

Qual a etapa do planejamento tributário?

  • As definições dessa etapa do planejamento tributário são determinantes para a apuração dos impostos a serem pagos. A apuração do regime tributário do item anterior vai influenciar em como alguns impostos são arrecadados. E isso vai ter impacto direto na economia e gestão financeira da sua empresa.

Quais os benefícios do planejamento tributário?

  • Saiba outros benefícios do planejamento tributário: O planejamento tributário ajuda a identificar os tributos voltados para cada tipo de negócio. Por exemplo: uma empresa prestadora de serviços não pagará os mesmos impostos que uma empresa de produtos.

Qual é a gestão tributária?

  • A gestão tributária consiste em uma série de atitudes e atividades que toda a empresa deve desempenhar no concernente ao recolhimento de tributos, mas com objetivos estratégicos para a organização, principalmente no aspecto tocante a economia tributária ou à redução de custos relativos ao pagamento de tributos.

Postagens relacionadas: