Quando usar reator em lâmpadas?

Índice

Quando usar reator em lâmpadas?

Quando usar reator em lâmpadas?

No caso das lâmpadas fluorescentes, a função do reator é dupla: serve para produzir o impulso elétrico que faz com que a lâmpada acenda e, enquanto ela está em operação, mantém a corrente elétrica em um nível seguro. Sem a presença do reator, a lâmpada explodiria.

Para que serve reator magnético?

Um reator eletromagnético é um aparelho auxiliar que tem como função dar partida estabilizada e firma às lâmpadas fluorescentes, sem que haja cintilação em nenhum momento. Se esse reator, a lâmpada irá exigir mais corrente até que queime. O reator limita a corrente ideal para o perfeito funcionamento da lâmpada.

Para que serve o reator do LED?

Sem ele a lâmpada poderia receber uma corrente diretamente, entrar em curto-circuito e até mesmo estourar. Sendo assim, o reator tem como função proteger a lâmpada da corrente, mas ao mesmo tempo ionizar o seu interior.

Qual é o reator da lâmpada?

  • O reator é um aparelho utilizado nas lâmpadas para limitar a corrente elétrica, impedindo trocas indesejadas de corrente, agindo como uma espécie de filtro que evita a passagem da corrente alternada.

Por que as lâmpadas precisam de reator e ignitor?

  • Por que as lâmpadas metálicas e de sódio precisam de reator e ignitor? As lâmpadas de descarga (vapor metálico e vapor de sódio) possuem em seu interior (tubo de arco) uma mistura de gases em alta pressão. Quando a corrente elétrica aquece estes gases, ocorre um processo químico que gera luz.

Como funciona esse tipo de lâmpada?

  • Basicamente, o funcionamento desse tipo de lâmpada se dá por um reator, que mantém a corrente elétrica estabilizada e a conduz até um filamento especial que fica no interior da lâmpada e, ao ser aquecido, vaporiza o mercúrio, liberando raios ultravioleta.

Qual a resistência das lâmpadas de descarga?

  • Acesa a lâmpada, o ignitor para de produzir os pulsos automaticamente e se auto-desliga. Nas lâmpadas de descarga, não há nenhum tipo de resistência, como no caso da lâmpada incandescente, e é por este motivo que necessitam de REATOR: para limitar a corrente no tubo de arco da lâmpada.

Postagens relacionadas: