Como é que se toma o óleo de copaíba?

Índice

Como é que se toma o óleo de copaíba?

Como é que se toma o óleo de copaíba?

Para tratar problemas de pele, uma pequena quantidade de óleo de copaíba deve ser aplicada sobre a região a ser tratada e massageada suavemente até que haja a absorção completa do óleo. É recomendado que esse procedimento seja feita pelo menos 3 vezes ao dia para garantir os melhores resultados.

Quais as vitaminas do óleo de copaíba?

Possui propriedades terapêuticas e é riquíssimo em àcido copático, beta-cariofileno e alfa-copaeno. AÇÃO/ATIVOS: Tratar problemas de pele, como eczema, psoríase e dermatite. Hidratar a pele.

Como fazer o uso do óleo de copaíba?

  • O uso oral do produto deverá ser feito apenas sob orientação médica, pois em excesso o óleo de copaíba pode causar intoxicação. E mesmo com liberação do médico, a utilização precisa prosseguir de maneira bastante gradual, a fim de evitar possíveis reações ao óleo de copaíba.

Por que o óleo de copaíba é indicado para o tratamento da pele?

  • A principal indicação do óleo de copaíba é para o tratamento da pele. Graças ao seu potencial anti-inflamatório e bactericida, o óleo não apenas nutre o tecido como também ajuda a curar condições como pé de atleta, picadas de insetos, erupções, dermatites, feridas, eczema, entre outros. Massageado com um algodão diretamente sobre o rosto, ...

Por que o óleo de copaíba é contraindicado?

  • O Óleo de Copaíba está contraindicado para mulheres grávidas ou amamentando e para pacientes com sensibilidade ou problemas gástricos. Além disso, alguns estudos indicam também que o Óleo de Copaíba apresenta propriedades que têm demonstrado ser eficazes no tratamento de diferentes tipos de câncer e da tuberculose.

Como utilizar o óleo de Copaíba para amenizar doenças respiratórias?

  • O óleo de copaíba também é amplamente utilizado de maneira regional para amenizar doenças respiratórias. Passar o óleo sob o peito, auxilia na desobstrução de alvéolos pulmonares, diminuindo quadros de problemas respiratórios como asma, bronquite, sinusite e até mesmo rinites.

Postagens relacionadas: