Quando usar o teste Tukey?

Índice

Quando usar o teste Tukey?

Quando usar o teste Tukey?

Quando é feita a análise de variância de um experimento com apenas dois tratamentos, podemos visualizar apenas pela média qual o melhor tratamento.

Como interpretar as letras do teste de Tukey?

A interpretação do teste de Tukey é simples. Após determinarmos a diferença mínima significativa (ou Honest Significant Difference - HSD), podemos julgar se as médias são iguais ou não.

Quando usar ANOVA e Tukey?

Comparações Múltiplas – Teste de Tukey. Em estudos que buscam comparar a distribuição de três ou mais grupos de amostras independentes, frequentemente se utiliza a Análise de Variância ou ANOVA.

Como fazer o teste de Tukey?

O procedimento para aplicação do teste é o seguinte:

  1. Passo 1. Ordenam-se as médias em ordem decrescente.
  2. Passo 2. Calculam-se todas a estimativa do contraste que abrange médias:
  3. Passo 3. Calcula-se o valor de

Quando usar bonferroni ou Tukey?

Bonferroni tem mais poder quando o número de comparações é pequeno, enquanto Tukey é mais poderoso ao testar um grande número de médias.

Como interpretar um teste de Tukey?

O procedimento para aplicação do teste é o seguinte:

  1. Passo 1. Ordenam-se as médias em ordem decrescente.
  2. Passo 2. Calculam-se todas a estimativa do contraste que abrange médias:
  3. Passo 3. Calcula-se o valor de

O que é a diferença mínima significativa DMS?

A diferença mínima significativa (DMS) deste teste é calculada por: sendo Z o valor tabela a um dado nível de significância (α) e com n e n' graus de liberdade. Tal que, n= numero de médias abrangidas e n'= graus de liberdade do resíduo.

Postagens relacionadas: